Mapa Mental – parte 1 #BEDO

 

mapa mental
fonte FreePik – imagem modificada.

Você anda com a mente cansada e estressada? Quando mais precisa dela surge o famoso apagão?

Todos nós já passamos pelo famoso “branco”, eles ocorrem bastante quando estamos sendo testados, em hora de provas ou quando estamos sob pressão e necessitamos uma informação. Trabalhar duro, dormir pouco, estudar exaustivamente se alimentar mal, faz com que nossas energias se esgotem e nosso raciocínio fique lento.

Trago para vocês algumas dicas que costumo utilizar para ajudar na memorização e organização das informações.
Alguns de vocês já devem ter lido ou até mesmo utilizado técnicas de memorização através do uso de mapa mental.
Não venho aqui explicar como funciona a parte cognitiva, ou como os estudos científicos comprovam o uso de mapa mental para estimulo da memorização. Mas sim como podemos inseri-los em nossas rotinas e como costumo utiliza-lo.

O mapa mental foi elaborado por Tony Buzan. Escritor inglês com diversas obras como: Use Your Memory, The Mind Map is Born, Master Your Memory, Use Your Head, Memory Power, The Speed Reading Book, The Mind Map Book, How To Mind Map, Mind Map Applications.

Atualmente o mapa mental é mais utilizado através de softwares que tem a capacidade de modelar, ilustrar conceitos ou ideias que muitas vezes são intangíveis. No ambiente corporativo também é utilizado como ferramenta para gerir as informações do conhecimento ou em técnicas de brainstorming, contribuindo na solução e compreensão de problemas, facilitando a memorização e aprendizado.

Segundo Rocha (2003), modelos mentais são acionados quando nos é requerida necessidade de criar inferências ou previsões a respeito de um determinado assunto.

Por exemplo, muitas pessoas tem o hábito de chegar em casa guardar a carteira em um determinado cômodo, por algum motivo foi deixada em outro lugar. No momento em que for pegar a carteira não lembra onde está, provavelmente irá ao local de costume e não vai encontra-la, nesse momento a pessoa começa  imaginar onde pode ter ficado a carteira, esse “pensar” é cérebro fazendo o uso do modelo mental para recuperação de uma informação, a pessoa começa a reviver todo processo mentalmente, passo a passo, imaginando cada local que passou no momento em que chegou em casa e largou a carteira. Esse processo de recuperar a informação é chamado de modelo mental.

Mas como de fato podemos utilizar no dia a dia?

Geralmente quando estamos naquela semana de prova arrancando os cabelos de tanto conteúdo para estudar, principalmente livros cheios de teorias e nada de cálculo, precisamos saber na ponta da língua cada definição e conceito. Esse é um dos motivos que procurei adaptar o mapa mental a minha rotina.

Quando tenho que estudar para uma prova, principalmente teórica, o uso do mapa mental faz a diferença. Mentalmente o resumo fica mais organizado, pois é diferente utilizar um editor de texto ou o próprio caderno e ir escrevendo na primeira linha o título e depois a definição e assim por diante. No mapa mental você não procura seguir uma ordem específica, você define o tópico e vai desenvolvendo as definições em forma de diagrama, podendo ser em forma de espinha de peixe ou a que lhe melhor agradar. Durante o estudo para uma prova você acaba memorizando onde se encontra cada resposta que leu, é uma espécie de memória fotográfica, você realmente consegue visualizar as linhas se dirigindo para o tópico com sua definição ao lado, é impressionante como consegue lembrar através da memória visual.

Lógico pessoal, não adianta você fazer um mapa mental enorme e não praticar, logo sua mente não irá memorizar nada.

Na rotina de trabalho costumo utilizar o mapa mental de diversas formas. Geralmente quando tenho algum projeto em mente e preciso definir algum tópico ou diretriz, pois nele consigo determinar um modelo que facilita a compreensão e memorização das atividades ou dos conceitos definidos.

A área de tecnologia exige bastante concentração, principalmente quando falamos da área de desenvolvimento de sistemas, geralmente temos um modelo mapeado das atividades ou documentação específica para o desenvolvimento, porém durante o fluxo do sistema a informação ou dados passam por diversas etapas que iremos desenvolver e você acaba tendo que memorizar cada caminho, para conseguir enxergar como o computador vai executar aquela rotina, então o mapa mental facilita a memorização dos tópicos e das suas definições.
Quero deixar claro que não é via de regra o uso do mapa mental na programação, é algo que eu adaptei a minha rotina, pois existe as boas práticas e as regras estabelecidas por padrões de engenharia de software que são utilizadas especificamente para desenvolvimento de sistemas.

Talvez você tenha alguma reunião e necessita memorizar diversos tópicos que serão abordados, seria interessante tentar praticar essas técnicas para memorizar a informação. Ou no ambiente em que você trabalha é utilizado muitos termos técnicos, provavelmente para que novos integrantes consigam se adaptar, seria interessante ter um mapa mental modelado para que eles possam visualizar e memorizar cada tópico e sua definição. Existe diversas situações que podem utilizar o mapa mental a seu favor, use a criatividade.

Tanto no estudo ou no trabalho para alguns venha ser chato sem sentido ou não surta efeito, porém com o tempo e o uso contínuo do mapa mental se torne mais fácil e agradável. Agora como forma de estudo e memorização para prova irá exigir um esforço para se adaptar, pois é uma maneira nova de pensar e nosso cérebro não está acostumado, você não vai poder consultar como se fosse no trabalho, mas com a prática se torna natural e você certamente vai se adaptar a essa nova maneira de memorização.

Faça alguns testes de memorização através do modelo mental, pois iremos dar continuidade sobre mapa mental em nossa postagem que estará disponível no dia 11/10/16, onde trataremos de algumas ferramentas para modelar mapas mentais e iremos fazer um modelo de mapa mental para que vocês possam visualizar. Também deixarei disponível um site para que vocês possam ter contato com uma ferramenta de mapa mental em tempo real, sem necessidade de cadastro ou download.

É isso e até a próxima.

 

Mapa Mental parte 2

Gostou? Então Clique aqui e leia a matéria sobre Gerenciamento e modelagem de Processos de Negócio.

 

 

bedo3

Sobre o Autor

Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Gestão da Tecnologia da Informação.

Amante de hardware, dedica-se ao estudo em gerenciamento de tecnologia para soluções em TI.

Deixe uma resposta

Translate »
%d blogueiros gostam disto: